Laser Transdérmico

O laser transdérmico é um tipo de luz monocromática aplicada sobre a pele, seletivamente absorvida pelo sangue, aquecendo-o sem aquecer os tecidos ao redor. O sangue aquecido (a altas temperaturas) causa a contração e, consequentemente, a oclusão do vaso.

É mais uma ferramenta para o Cirurgião Vascular no tratamento de varizes principalmente em locais onde os resultados não eram tão satisfatórios ou geravam muito desconforto para os pacientes.

O laser transdérmico  é feito no consultório, não precisa de anestesia nem tampouco de repouso. É o tratamento ideal para quem sente os incomodos da agulha utilizada na escleroterapia convencional. Além disso pode ser associado a outras técnicas para aumentar a eficácia do tratamento.

É fundamental identificar as características de cada caso para escolher a melhor opção de tratamento, pois a resposta pode ser muito diferente de acordo com a técnica escolhida.

Quais as vantagens de utilizar esse tratamento com o laser transdérmico?

O Laser trasndérmico tem como vantagens ser pouco invasivo, induzir menor reação inflamatória cutânea e causar menor risco de manchas hipercrômicas (escuras) na pele. Além disso não impede o paciente de manter suas atividades cotidianas e praticar atividades físicas. Podendo retornar à vida normal logo após as aplicações.

Quais os cuidados devo tomar após as sessões com o laser transdérmico

É importante salientar que como qualquer procedimento, o paciente que faz o tratamento com laser transdérmico, deve tomar cuidados para que o tratamento alcance os objetivos desejados. O ideal é não estar com a pele bronzeada quando for fazer as aplicações e após as sessões evitar a exposição solar excessiva para evitar as manchas. O uso da meia compressiva é indicado como auxiliar no tratamento e deve ser usado conforme prescrição do seu Cirurgião Vascular.

COMO TRATAR OS VASINHOS NA FACE?

 

O tratamento para vasos no rosto é diferente dos feitos nas pernas: Por estarem acima do nível do coração, esses vasos drenam o sangue a favor da gravidade; não estando submetidos à pressão hidrostática como nos membros inferiores. Assim, as paredes das veias tendem a ser mais finas, além de muito superficiais. Isso as torna excelentes alvos para o tratamento com laser transdérmico. Não é recomendável usar esclerosantes líquidos injetáveis, já que algumas regiões na face são drenadas para veias intracranianas.

O uso do Laser transdérmico no tratamento de vasinhos na face é bastante eficaz e pode ser realizado em quase todos os casos, existem algumas contraindicações como: pacientes com vitiligo, pessoas em uso de medicações fotossensibilizantes ou que estejam com a pele bronzeada.

Os cuidados após as sessões são principalmente com a exposição solar excessiva, pois a pele fica sensível nos primeiros dias após a aplicação, também é recomendado o uso de protetor solar.

× Como podemos ajudar?