Aneurisma de aorta abdominal

O aneurisma da aorta abdominal é uma dilatação que ocorre na parede da aorta em sua porção abaixo do diafragma.

A aorta é o maior vaso sanguíneo do corpo; portanto, um aneurisma da aorta abdominal roto pode causar sangramento com risco de vida.

Dependendo do seu tamanho e a velocidade com que se desenvolve, o tratamento muda, desde avaliação periódica até mesmo o tratamento cirúrgico de urgência.

Sintomas

 

Os aneurismas da aorta abdominal normalmente evoluem de maneira incipiente, o que dificulta o seu diagnóstico. Alguns deles podem até não romper, porém o grande maioria se expandem com o tempo, levando a ruptura.

 Algums sintomas que podem ser observados são:

 – Dor abdominal

Dor lombas (nas costas)

Massa pulsátil na altura do umbigo

Quando o cirurgião vascular deve ser consultado?

Se houver dor abdominal, principalmente se for súbita você deve procurar imediatamente assistência médica.

 Principais causas

 A doença aneurismática pode se surgir em qualquer segmento da aorta, mas a maioria dos aneurismas da aorta ocorre na porção abdominal infra-renal. Vários são os fatores implicam na evolução do aneurisma da aorta, que são:

– Doença aterosclerótica: A aterosclerose nada mais é do que o acúmulo de gordura na parede da artéria o que leva a sua alteração em sua conformação.

– Hipertensão: A hipertensão leva ao enfraquecimento da parede da aorta.

– Doenças dos vasos sanguíneos: Processos inflamatórios na parede da artéria, conhecido como arterite tmbém pode levar a dilatação do vaso.

Infecção na aorta: Essa situação é mais rara mais processos infecciosos por fungos ou bactérias podem levar a formação do  aneurisma

Trauma: O trauma direto sobre o aorta pode levar a rutura parcial e dilatação da mesma formando o que chamamos de pseudoaneurisma.

 Fatores de risco

Os principais fatores de risco são:

Tabagismo: O fumo é o principal fator de risco para o desenvolvimento do aneurisma. Ele pode levar ao enfraquecimento da parede da aorta, aumentando o risco, de formação do aneurisma e de ruptura. 

Idade: A doença aneurismática tem sua maior prevalência em pacientes com idade superior a 65 anos.

Sexo masculino:  O aneurisma de aorta abdominal ocorre com uma frequência maior em homens do que em mulheres.

Outros em outras regiões: O fato do paciente possuir aneurisma em outra artéria do corpo aumenta o risco  da presença na aorta abdominal. Da mesma forma que o paciente com aneurisma de aorta abdominal tem um risco maior de ter aneurisma em outras artérias do corpo.

 Complicações

As principais complicações do aneurisma de aorta abdominal são a rutura e a dissecção. A rutura pode levar a perda sanguínea em grande volume num curto espaço de tempo levando a morte. Quanto maior o aneurisma, maior o risco de ruptura.

Os sinais e sintomas de ruptura do seu aneurisma da aorta podem incluir:

– Dor abdominal ou nas costas súbita, intensa e persistente

– Hipotensão 

– Taquicardia 

Os aneurismas da aorta também colocam você em risco de desenvolver coágulos sanguíneos na área. Se um coágulo de sangue se soltar da parede interna de um aneurisma e bloquear um vaso sanguíneo em outra parte do corpo, pode causar dor ou bloquear o fluxo sanguíneo para as pernas, dedos, rins ou órgãos abdominais

Prevenção

Para evitar que a doença se agrave, devemos seguir as seguintes orientações:

Não fume: Pare de fumar e evite o fumo passivo.

Tenha uma alimentação saudável: Concentre-se em comer frutas e legumes, grãos integrais, aves, peixes e laticínios com pouca gordura. Evite gorduras saturadas, gorduras trans e limite de sal.

– Mantenha sua pressão arterial e colesterol sob controle: Se o seu médico receitou medicamentos, tome-os conforme as instruções.

Faça exercícios regularmente: Tente obter pelo menos 150 minutos por semana de atividade aeróbica moderada. Se você não está ativo, comece devagar e acumule. Converse com seu médico sobre quais tipos de atividades são adequados para você.

Se você estiver em risco de um aneurisma da aorta, seu médico poderá recomendar outras medidas, como medicamentos para diminuir sua pressão arterial e aliviar o estresse nas artérias enfraquecidas.

A prevenção é a melhor forma de tratamento.

 

OPÇÕES DE TRATAMENTO PARA O ANEURISMA DE AORTA ABDOMINAL

O objetivo no tratamento de um aneurisma de aorta abdominal é evitar a sua ruptura. Dependendo do tamanho e da condição do aneurisma, isso pode ser feito por espera vigilante ou durante o reparo.

Observação

Nem todos os aneurismas de aorta abdominais requerem cirurgia. Se for pequeno, seu médico pode decidir esperar e observar cuidadosamente, para ver se há quaisquer alterações.

Se você tem pressão alta, o médico pode prescrever medicação para baixá-la. Se você fuma, o médico pode sugerir que você busque ajuda para parar. Seu médico também pode sugerir mudanças em sua dieta ou no tipo de exercício físico que você pratica.

Se o cirurgião vascular achar que existe risco de ruptura do aneurisma aórtico, ele pode recomendar um dos dois métodos de reparo: tanto o reparo cirúrgico aberto ou a endoprótese.

REPARO CIRÚRGICO ABERTO

No reparo cirúrgico aberto, o cirurgião faz um grande corte ou incisão em seu abdômen, onde existe o aneurisma. A área danificada pelo aneurisma é, então, separada cirurgicamente da parte principal da aorta e substituída por um tubo sintético (conhecido como enxerto aórtico), costurado ao local.

REPARO ENDOVASCULAR

Uma alternativa menos invasiva ao reparo cirúrgico aberto é o reparo endovascular do aneurisma (EVAR), por meio de um dispositivo especial, chamado endoprótese. A endoprótese é colocada dentro da área danificada da aorta para separar o fluxo sanguíneo normal do aneurisma. Ela foi projetada para ser colocada sem necessidade de abrir cirurgicamente a aorta. Como o reparo endovascular do aneurisma é um procedimento menos invasivo que a cirurgia aberta, a internação hospitalar é mais curta.

× Como podemos ajudar?